segunda-feira, 29 de julho de 2013

Entrega dos Corações para a África


Entenda, e se puder, ajude!






Água contaminada pode ter vazado no oceano


Pela primeira vez, a operadora da danificada planta nuclear de Fukushima admitiu que água subterrânea altamente contaminada está se infiltrando no oceano.
Água contaminada pode ter vazado no oceano.

Desde maio, a Companhia Tokyo Electric Power (TEPCO) vem estudando a água subterrânea altamente radioativa encontrada em poços de monitoramento próximos ao Oceano Pacífico.

Água contaminada pode ter vazado no oceano.
Água contaminada pode ter vazado no oceano.

A TEPCO analisou os níveis de água dentro dos poços entre janeiro e julho. Ela disse que uma queda no nível sugere que a água contaminada, provavelmente, vazou para o oceano.

No início deste mês, o conselho de regulamentação nuclear disse que era muito provável que a água contaminada estivesse vazando para o mar.

No entanto, a TEPCO havia dito que não podia fazer nenhum julgamento final porque ela não acumulou dados suficientes.

A companhia disse que o nível de trítio radioativo vem aumentando em uma represa no porto da planta nuclear.

Porém, ela disse que o impacto do vazamento é limitado, já que a densidade do trítio se manteve baixa na saída do porto e ao largo da costa.

A TEPCO vem reforçando as represas no lado costeiro da planta nuclear próximo aos poços, noticiou a NHK World.




Eu vi no PortalMie

domingo, 28 de julho de 2013

Síria-Vídeo amador mostra alegado massacre executado pelos rebeldes em Aleppo

Seul desafia Pyongyang no aniversário do armistício

Egito: "atiraram para matar"

Galiza: maquinista detido por suspeita de homicídio por negligência

Egito vive dia mais sangrento desde deposição de Morsi

Itália racista!!! Bananas alimentam racismo. Foram atiradas bananas à primeira ministra negra de Itália quando fazia um discurso num comício...




Uma Vergonha...Um País que se diz de 1º Mundo agir desta forma!

sábado, 27 de julho de 2013

'60 Armistício da Guerra da Coreia, desfile militar em Pyongyang 朝鮮戦争休戦60年、平壌で軍事パレード

Em estado terminal, co-criador de “Os Simpsons” doará toda sua fortuna para alimentar pessoas necessitadas com alimentação vegana e para a divulgação do veganismo


Publicado em 26 de julho de 2013 em Notícias, Pelos Animais, ▼ Importante
Foto: Em estado terminal, co-criador de “Os Simpsons” doará toda sua fortuna para alimentar pessoas necessitadas com alimentação vegana e para a divulgação do veganismo

POR FAVOR, LEIA: http://vsta.se/wqm3

#importante

Uma lição de vida e a prova de que precisamos lutar pelos animais e também pelas pessoas

Admitindo ser um um paciente terminal de câncer de cólon, Sam Simon, que criou uma das séries de desenho animado mais famosas do mundo ao lado de Matt Groening, “Os Simpsons”, declarou que doará toda a sua fortuna para o combate à miséria e para ONGs que divulgam os Direitos Animais.

Todos os royalties que ganhou com a animação, avaliados em dezenas de milhões de dólares, serão transferidos para ONGs como a PETA e a Sea Shepherd. Para a Sea Shepherd, que trabalha na conservação dos oceanos, deve ser entregue um navio novo, atendendo a um pedido do capitão Paul Watson. Para a PETA, devem ser doados alguns milhões de dólares para a divulgação da filosofia de vida vegana em grandes meios de comunicação.

A vontade de ajudar as pessoas e os animais não veio apenas depois do diagnóstico do câncer. Sam mantém há anos a Sam Simon Foundation (conheça), que é uma fundação especializada em recolher e tratar animais que estão na rua e também em combater a fome, distribuindo milhares de refeições veganas.

Em uma emocionante entrevista publicada nesta quinta-feira (25) pelo site norte-americano Hollywood Reporter (leia aqui, em inglês), Simon disse que sua organização oferece apenas alimentos livres de crueldade e revelou que já deixou de doar seu dinheiro para uma grande e conhecida ONG que também combate a miséria pelo fato de não servirem alimentos veganos. Quando Sam perguntou à The food bank se os milhares de pratos distribuídos por eles eram livres de crueldade, recebeu uma justificativa rasa e em forma de pergunta: “Veja bem… e as pessoas que não são veganas?”. O argumento não convenceu Sam, que recusou-se a doar seu dinheiro para que carne e outros produtos de origem animal fossem comprados.

Em parceria com a PETA, Sam vem resgatando animais maltratados em circos e zoológicos. Sobre isso, ele lamentou o curto tempo de vida que o resta: “Eu só queria ter mais alguns dias para ver estes animais pisando na grama pela primeira vez.”

O milionário sente prazer em ajudar e disse que toda sua família já recebeu todo cuidado que o dinheiro poderia oferecer, que não é casado e que não tem filhos e que, por isso, partiu para a caridade.

É realmente lamentável que pessoas como Sam simplesmente deixem este mundo. Mas é profundamente inspirador que um homem faça o que ele faz, quando tanta gente só pensa nos números. Sam é ovolactovegetariano desde os 19 anos e tornou-se vegano quando conhecer a PETA e começou a atuar pela ONG, há alguns anos.

O câncer de cólon tem forte ligação com o consumo de carne segundo estudos internacionais e também segundo a conclusão de um estudo da USP (leia aqui). Embora tivesse chances reduzidas de desenvolver a doença por ser ovolactovegetariano desde a juventude e veganos há alguns anos, Simon, que tem hoje 58 anos, teve a péssima notícia de quem tem pouco tempo de vida.

Fica a mensagem que Sam Simon deixou ao repórter do Hollywood Reporter sobre a relação do ser humano com os animais:

Repórter: Que mudanças você quer ver no mundo?

“Eu quero que os testes em animais acabem. Eles não funcionam. O veganismo é a resposta para a maioria dos problemas que temos no mundo em termos de fome e mudanças climáticas. Ele ajuda a saúde das pessoas. A produção de carne é a maior emissora de gases do efeito estufa. E tem o aspecto da crueldade e do sofrimento. Quando as pessoas deixam de comer produtos de origem animal e quando escolhem adotar um cão ao invés de comprá-lo, é uma vitória.”

Infelizmente, Sam não deve ver muitas das mudanças que espera, mas, ainda bem, existem milhares de pessoas comprometidas em passar essa mensagem adiante, geração após geração. Em nome de todas as pessoas que se preocupam com o bem deste mundo, obrigado, Sam, pela inspiração. O projeto Vista-se compartilha esta vontade de ajudar e de continuar na divulgação do veganismo e também com o a ideia de que o veganismo não é apenas proteger os animais não-humanos e sim também as pessoas.

Se você quer conhecer mais sobre o veganismo e saber como dar os primeiros passos neste novo estilo de vida, acesse www.sejavegano.com.br. Por favor, seja vegana(o).






Eu ví no http://vista-se.com.br/

terça-feira, 23 de julho de 2013

Garotas japonesas alugam coxas para anúncios de propaganda

山口・連続殺人放火、死亡5人のうち1人は座った状態

Sinistro....5 mortes na região de Yamaguchi-ken.


Rescuers Comb Through Debris After China Quake




Centenas de trabalhadores de resgate foram enviadas para a província montanhosa de Gansu da China, após dois terremotos atingiram o país na segunda-feira. história completa: Equipes de resgate carregam um sobrevivente dos escombros após um terremoto de magnitude 6,6 atingiu a China. O estrondo, no oeste da província de Gansu matou mais de 50 pessoas e centenas feridos. dentro de 90 minutos do primeiro terremoto, um segundo atingiu. A mídia estatal dizem que o tremor medido uma magnitude 5,6. A chuva forte também está previsto para as áreas e funcionários temem que vai agravar os danos existentes, causando mais deslizamentos de terra e inundações. Centenas de soldados e bombeiros foram enviados para a região montanhosa para ajudar nos esforços de resgate.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Mulher é baleada, avisa no Facebook e é encontrada morta em casa 4 minutos depois.


Vítima publicou mensagem pelo celular pouco antes da polícia chegar em sua casa.

Uma moradora de Guriri, em São Mateus (ES), foi encontrada morta dentro de sua casa na noite do último domingo (14). De acordo com a Polícia Civil do Estado, Edna Célia Souza Oliveira, de 41 anos, foi encontrada às 23h15 no chão de sua residência com dois tiros no corpo.

O que mais chamou a atenção no caso foi que, às 23h11, quatro minutos antes do registro de ocorrência feito pela polícia, ela publicou no seu perfil dentro do Facebook que havia sido baleada. "Acabei de levar um tiro aqui dento de casa", diz a mensagem postada via celular.

Alguns minutos após o post na rede social os amigos da vítima comentaram demonstrando preocupação. Cerca de uma hora depois da mensagem ser compartilhada, o irmão da mulher informou que ela havia falecido.

Mulher é baleada, avisa no Facebook e é encontrada morta em casa 4 minutos depois


Ainda não se sabe se foi realmente a vítima que postou a mensagem no Facebook. A polícia está investigando o caso.



Fonte: JB
Eu vi no: http://www.techmestre.com/

Japão-Terremoto de 5,3 atinge Iwate e região.



Tremor ocorreu às 7:46s desta terça, chegando a 4 graus na escala japonesa em Hashikami (Aomori) e Noda (Iwate)

domingo, 14 de julho de 2013

Yokkohama日本のバラ園 Rose Garden of Japan

Nagano- A partir de 12/07/2013 Atração turística , Cachoeira Shiraito, Otaki de Karuizawa Asama 夏の軽井沢周辺の滝 白糸の滝、浅間大滝、魚止めの滝 Waterfall Tour of Karuizawa 花の名所案内



Cachoeira Shiraito, Otaki de Karuizawa Asama

SOS Religar: Trabalho comunitário faz chover no alto sertão nordestino.



Mini-documentário sobre o trabalho da Agência de Voluntariado SOS Religar, no Nordeste Brasileiro. Sertão do Pajeú.

O SOS Religar é o braço do Caminho Nações, dentro das fronteiras do Brasil.

Para mais informações, acesse: www.sosreligar.com

www.caminhonacoes.com
www.facebook.com/caminhonacoes.wn

Pai decapita filho de seis anos acusado de bruxaria

Pai decapita filho de seis anos acusado de bruxaria


Akwa Ibom, Nigéria Felix Lawson, 43 anos, morador da região de Onna,um  distrito do estado de Akwa Ibom, na Nigéria, supostamente decapitou seu enteado de seis anos, Master Effiong Lawson (carinhosamente chamado de Ifanyi). As investigações revelaram que Felix Lawson, que é funcionário do Conselho do Governo local da região ribeirinha de Ibeno, voltou para casa no fim de semana e jantava quando seu enteado entrou no quintal dos fundos e sussurrou para sua irmã mais nova pedindo sobras de comida, pois estava faminto e não comia há três dias. 
O menino não sabia que o padrasto estava em casa, que havia escutado o sussurro e reconhecido sua voz. O acusado pegou um facão e correu para o quintal. Ifanyi e seu irmão, que o estava ajudando, correram, mas o padrasto alcançou o garoto, atingindo-o com o facão na cabeça. O garoto caiu e o padrasto o decapitou. Bassey Eshiet, um jovem ativista de Onna contou a história contada por Unyime, o irmão do menino assassinado: “Nós estávamos com fome e o Infanyi me pediu para ajudá-lo a ir para casa, para que pudéssemos implorar a nossa irmã mais nova por comida. Nós não sabíamos que o papai tinha voltado de Ibeno. Então o Infanyi foi próximo à porta dos fundos e chamou a Unyime (nome mudado) para nos trazer sobras de comida. Já estava escuro quando o papai abriu a porta e pulou para fora, nós corremos, mas meu irmão não conseguiu correr mais rápido. Ele gritava “papai, me perdoe” e o papai bateu na cabeça dele com o facão, ele caiu chorando, mas ele continuou batendo com o facão” “Eu não escutei mais o choro. Eu corri e me escondi no mato. Mais tarde, no meio da noite quando o lugar estava mais calmo, eu saí e encontrei meus dois amigos na construção da Escola Primária, onde nós costumamos passar a noite. Eu perguntei para eles se tinham visto o Ifanyi, e eles disseram que não, nunca mais tinham visto ele. Pela manhã, vimos muito sangue derramado no lugar onde ele foi pego pelo papai.” “Mais tarde nós achamos o corpo sem cabeça numa poça d’água parada atrás de um dos prédios da escola, e a cabeça estava numa horta perto da escola…” O líder da vila de Ikot Ndua Iman, em Onna, Chefe Akpan Eno foi informado do ocorrido e chamou imediatamente a Polícia de Onna que veio, recolheu o corpo decapitado de Ifanyi e prendeu Felix Lawson. Mas no dia seguinte, ele foi liberado e agora é um homem livre andando pelas ruas de Onna. Fomos à sede da polícia de Onna perguntar por que Felix Lawson não foi acusado de assassinato; fomos informados que o Delegado local estava em viagem oficial, mas o investigador do caso, que pediu para não ser identificado, informou que ninguém se apresentou para depor sobre o assassinato. Contudo, o ativista Bassey Eshiet informou que as duas crianças e a mãe deram depoimentos em colaboração com a polícia informando que o padrasto matou o menino pois acreditava que ele era um bruxo que havia feito a família cair em pobreza e miséria. Uma mulher que mora próximo a escola disse que escutou o choro de Ifanyi e a voz do padrasto aquela noite, mas achou que era um surra corriqueira nas “crianças-bruxas”, quando eram pegas próximas ao terreno do padrasto.   

Publicado no Jornal “GhanaNews” no dia 03 de Julho de 2013 Traduzido por: Gabriel Teixeira | Re-editado por Leo Santos - 
See more at: http://caminhonacoes.com/

Projeto Oásis no deserto | Recuperação do Orfanato na Nigéria




Projeto Oásis no deserto | Recuperação do Orfanato na Nigéria

Expedição que segue em julho para trabalhar na recuperação do orfanato e transformá-lo num "oásis" de vida no deserto!

CONTAMOS COM VOCÊ! Queremos mudar a vidinha dessas crianças!

Participe! E vamos juntos adiante, cruzando fronteiras, chegando aonde ninguém chega, vendo o que ninguém quer ver, fazendo o que ninguém quer fazer!

Para informações de como contribuir: caminhonacoes.com/novo/doe-agora/
Acesse e divulgue nossa pagina no Facebook: www.facebook.com/caminhonacoes.wn

Vem com a gente!

Compartilhe este vídeo!
C

A Enseada (The Cove) Legendado Português Br

Diretora de escola em NY teria chamado professores negros de gorilas



Manifestantes na sede do departamento de educação de Nova York

Cerca de 150 pessoas, entre professores e ativistas, protestaram na sede do departamento de educação de Nova York, na última segunda-feira (8), contra atitudes racistas da diretora da escola de ensino médio Pan American International, localizada na região do Queens. As informações são da rede "CBS" e do jornal "Huffington Post".

A dirigente Minerva Zanca teria feito comentários preconceituosos sobre professores negros, chamando-os de gorilas e dizendo que eles tinham "lábios grandes".

Segundo os manifestantes, dois professores foram demitidos após Zanca fazer comentários racistas sobre eles com um assistente. Outra acusação é que um terceiro professor da escola teria tido cortes financeiros em seu programa de teatro motivados pelo racismo da diretora.

Em depoimento, Anthony Riccardo, assistente de direção, confirmou que os professores foram chamados de gorilas pela dirigente.

Lisa-Erika James, professora que pediu demissão da escola após o ocorrido, destacou que os três únicos afro-americanos que lecionavam na escola deixaram seus cargos. "Isso significa que não há professores afro-americanos na escola quando mais da metade dos alunos se parecem com a gente."

Uma petição online, que já tem mais de mil assinaturas, foi criada exigindo a demissão da diretora. Além disso, os organizadores exigem que o assunto seja discutido, deixando claro que o preconceito racial e maus tratos não são tolerados na cidade.

A escola Pan American International atende alunos imigrantes que estão no país há pelo menos quatro anos. 91% dos alunos estão matriculados em aulas para aprender inglês.

O departamento de educação de Nova York informou que recebeu as denúncias e que irá investigar o caso.





Eu ví na UOL

The Cove PSA - My Friend Is (Japanese subtitles)




JAPAN DOLPHINS DAY 2013

Ric O'Barry here. I am asking you for your help. On or around Sept. 1, please go to your local Japanese embassy or consulate to voice your concern about dolphin killing and captivity. September 1 marks the official beginning of the dolphin drive hunting season in Taiji, Japan, as I helped to show the world in the Oscar-winning documentary The Cove. Taiji is also the point-source for the global captivity industry that exploits live dolphins. By working together on Sept. 1, we can show the world that dolphins deserve better than being eaten or used as entertainment. Together, we can do this!

Em Bangladesh, alunos isolados por enchentes estudam em escolas flutuantes



Amy Lee
Do The New York Times, em Nasiar Kandi (Bangladesh)
19.nov.2012 - Escolas flutuantes ajudam  a garantir o ensino de crianças em Bangladesh

Em uma manhã quente, cerca de 20 alunos da quarta série estavam sentados em duas fileiras de carteiras, com seus livros abertos em um poema bengalês chamado "Canção de Palki". Um aluno escrevia no quadro negro na sala de teto baixo, com parede de bambu pintada de branco.

Essa poderia ser uma sala de aula qualquer na Bangladesh rural, exceto pela visão de uma mulher mais velha de sari, se banhando com água até a cintura no lado de fora de uma janela aberta. Os sons de suas batidas na água pontuavam a aula, juntamente com o mugido das vacas e o balido das cabras. Um barco de madeira cheio de passageiros e bicicletas passava de forma barulhenta.

A sala de aula fica em um barco de madeira atracado em uma margem de rio, próxima da aldeia de Nasiar Kandi, no distrito de Natore, no noroeste de Bangladesh. Ela é uma das 20 "escolas flutuantes" gratuitas dirigidas pela Shidhulai Swanirvar Sangstha, uma organização sem fins lucrativos que atende quase 70 mil crianças.


Em Bangladesh, as enchentes anuais podem interromper os estudos para centenas de milhares de alunos. Em algumas áreas, as estradas ficam intransitáveis durante a estação das chuvas, de julho a outubro, quando os rios sobem até quatro metros. Em 1998, no mesmo ano em que a Shidhulai foi fundada, enchentes inundaram dois terços do país, matando 700 pessoas e deixando 21 milhões de desabrigados.

Bangladesh fica em um delta formado pela confluência de grandes rios e é altamente vulnerável aos efeitos da mudança climática. Mais de um milhão de bengaleses pode ser deslocado ou afetado pela elevação do nível dos mares até 2050, segundo o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU, e as enchentes provavelmente piorarão em um dos países mais densamente povoados do mundo, com 152 milhões de habitantes.

"A escola em terra fica fechada durante as monções", disse Eti Khatum, 9 anos, uma estudante no barco-escola, com dois longos rabos de cavalo e um xale dourado. "Esta escola flutua o ano todo."

Pascal Villeneuve, o representante do Unicef para Bangladesh, escreveu em um e-mail: "Assegurar que as escolas sejam resistentes a desastres naturais deveria ser uma prioridade em qualquer preparação e planejamento para redução de riscos em desastres".

Ele acrescentou: "Nós sabemos por experiência que devolver a criança ao ambiente escolar o mais cedo possível é a melhor forma de ajudá-las a se recuperarem do choque e destruição de um desastre natural".

Mohammed Rezwan, fundador e diretor executivo da Shidhulai, cresceu no noroeste do país, onde sua organização atua.

Sua família possuía um barco, o que significava que ele era um dos felizardos que conseguia assistir as aulas o ano todo, mas alguns de seus colegas de infância eram impedidos de frequentar a escola por meses por causa das enchentes.

"Meus amigos e parentes não conseguiam ter acesso à educação", ele disse. "Eu pensei, se as crianças não conseguem ir à escola por causa das enchentes, então a escola deve ir até elas de barco."

Ele fundou a Shidhulai com cerca de US$ 500 em 1998, no mesmo ano em que se formou em arquitetura pela Universidade de Engenharia e Tecnologia de Bangladesh, em Dhaka.

Com apenas 22 anos na época, ele não tinha experiência em arrecadação de fundos. Mas ele vasculhou pela Internet por organizações que poderiam ajudá-lo e apresentou propostas. Seu primeiro barco-escola foi apresentado em 2002.

Em 2003, a Shidhulai recebeu uma doação de US$ 5 mil do Fundo Global para Crianças nos Estados Unidos, e depois US$ 100 mil da Fundação Levi's, parte da empresa de moda que tem fábricas em Bangladesh.

Uma doação de US$ 1 milhão da Fundação Bill & Melinda Gates, em 2005, permitiu à Shidhulai construir mais barcos, comprar computadores, instalar energia solar e criar uma biblioteca central. No ano passado, ela adicionou outro barco após conquistar um prêmio de US$ 20 mil da Cúpula Mundial de Inovação para Educação, ou WISE (na sigla em inglês), criada pela Fundação Qatar.

Rezwan projetou as escolas modificando os barcos de madeira bengaleses tradicionais chamados "noka". Eles têm cerca de 15 metros de comprimento e três metros de largura, com cabines que podem receber 30 crianças e um professor. Tetos resistentes às intempéries podem suportar as chuvas pesadas das monções e são apoiados por vigas de metal em arco em vez de colunas, que obstruiriam a sala de aula. São precisos três a quatro meses, mais cerca de US$ 18 mil, para os construtores locais de barcos adaptarem uma velha embarcação. Além disso, são necessários US$ 6.500 adicionais por ano para pagamento de salários, suprimentos, combustível e outras despesas.

A organização agora conta com vinte escolas –a maioria para crianças pequenas de famílias sem terras– dez bibliotecas e sete centros para educação de adultos, tudo em barcos. Há também cinco clínicas de saúde flutuantes que ajudam a transportar pessoal médico para áreas remotas.

Rezwan planeja acrescentar mais 100 barcos nos próximos cinco anos para atender 100 mil pessoas adicionais. "Nossas escolas flutuantes são uma combinação de ônibus escolar e escola", ele disse.

Os estudantes embarcam nos pontos estabelecidos e então assistem aulas por duas ou três horas, seis dias por semana. Em muitos casos, essa será toda a educação que receberão.

Enquanto isso, as aulas gratuitas para adultos se concentram em questões práticas. Certa tarde, uma sala cheia de mulheres em saris coloridos assistia uma apresentação de slides de um especialista em agricultura, que as ensinava como usar inseticidas orgânicos feitos de folhas de nim (amargosa), entre outras dicas.

Khadiza Begum, 27 anos, disse que aprendeu nos últimos quatro anos a cultivar pepino e tipos diferentes de porongos, aumentando o rendimento de suas plantações. A luz do fim de tarde estava desaparecendo, mas luzes alimentadas por energia solar permitiam a continuidade da aula.

Sweetie Khatun, uma menina de 11 anos lendo um livro chamado "Rhyme From The Lips of Birds" ("Rimas dos lábios de pássaros", em tradução livre), declarou que ama a biblioteca e disse que ela era "linda".

Tradutor: George El Khouri Andolfato








Eu ví no UOL

sábado, 13 de julho de 2013

Japão- O Verão chegou fervendo por aqui 全国35カ所で猛暑日 三重県で31歳男性が熱中症の疑いで死亡(13/07/13)

A íntegra do comovente pronunciamento de Edward Snowden



Postado em: 12 jul 2013 às 16:27

Ex-técnico da CIA faz pronunciamento, confirma pedido de asilo à Rússia e acusa Estados Unidos de tentar tornar legal algo imoral. Snowden diz que se sente muito afetado, mas não se arrepende de nada porque os EUA é um país que ‘age na ilegalidade’

snowden moscou pronunciamento
Snowden durante pronunciamento no aeroporto de Moscou (Foto:Tanya Lokshina/Efe)

Abaixo a íntegra do pronunciamento de Edward Snowden no aeroporto internacional de Moscou, feito nesta sexta-feira (12) às 17h, hora de Moscou, e divulgado pelo site Wikileaks:

“Olá, meu nome é Ed Snowden. Há pouco mais de um mês, eu tinha família, um lar no Paraíso, e vivia com muito conforto. Eu também tinha a capacidade de, sem qualquer autorização, procurar, tomar e ler as suas mensagens. Na verdade, as mensagens de qualquer pessoa, a qualquer momento. Este é o poder de mudar o destino das pessoas.
snowden moscou pronunciamento
Snowden durante pronunciamento no aeroporto de Moscou (Foto:Tanya Lokshina/Efe)
Também é uma séria violação da lei. As emendas 4 e 5 da Constituição do meu país, o artigo 12 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, e numerosos estatutos e tratados proíbem tais sistemas de vigilância massiva e invasiva. Enquanto a Constituição dos Estados Unidos assinala que estes programas são ilegais, o meu governo argumenta que juízos de um tribunal secreto, que o mundo não pode ver, de alguma forma legitima esta atividade ilegal. Estes juízos simplesmente corrompem a noção mais básica de justiça, que precisa ser revelado. Algo imoral não pode se tornar moral através do uso de uma lei secreta.
Eu acredito no princípio declarado em Nuremberg, em 1945: “Indivíduos têm deveres internacionais que transcendem as obrigações nacionais de independência. Portanto cidadãos individuais têm o dever de violar leis domésticas para impedir a ocorrência de crimes contra a paz e a humanidade.”
Conforme esta crença, fiz o que eu acreditava ser certo e comecei uma campanha para corrigir estas ações erradas. Não procurei enriquecer, nem vender segredos dos Estados Unidos. Não me aliei a qualquer país estrangeiro para garantir a minha segurança. Ao invés, revelei o que eu conhecia ao público, de tal modo que aquilo que afeta a todos nós possa ser discutido por todos nós à luz do dia, e pedi justiça ao mundo.
A decisão moral de tornar pública a espionagem que nos afeta a todos me custou muito, mas era o correto a fazer, e não me arrependo de nada.
Desde então o governo e os serviços de inteligência dos Estados Unidos vêm tentando fazer de mim um exemplo, um aviso para todos aqueles que quiserem vir a público como eu vim. O governo dos EUA me colocou numa lista de impedidos de viajar. Pediu a Hong Kong que me deportasse de volta, à margem da suas leis, numa clara violação do princípio de proteção – na Lei das Nações. Ameaçou com sanções países que defenderam meus direitos humanos e o sistema de asilo previsto pela ONU. Tomou inclusive a decisão sem precedentes de ordenar a aliados militares que forçassem o pouso de um avião presidencial latino-americano, na busca por um refugiado político. Esta escalação perigosa representa uma ameaça não só para a dignidade da América Latina, mas aos direitos fundamentais compartilhados por qualquer pessoa, qualquer nação, no sentido de viver sem perseguições, de procurar e desfrutar de asilo.
Ainda assim, diante desta agressão historicamente desproporcional, países ao redor do mundo me ofereceram apoio e asilo. Estas nações – inclusive a Rússia, a Venezuela, a Nicarágua, a Bolívia e o Equador, têm minha gratidão e respeito por serem as primeiras a se erguer contra a violação de direitos humanos levada a cabo pelos poderosos, não pelos indefesos. Por recusarem a comprometer seus princípios diante das intimidações, ganharam o respeito do mundo. Tenho a intenção de viajar a cada um destes países para levar pessoalmente meus agradecimentos a seus povos e líderes.
Anuncio hoje minha aceitação formal de todas as ofertas de apoio e asilo que foram feitas, e todas que forem feitas no futuro. Como, por exemplo, a garantia de asilo concedida pelo presidente Maduro da Venezuela, minha condição de asilado agora está formalizada, e nenhum Estado tem base legal para limitar ou interferir com meu direito de desfrutar deste asilo. Porém, como já vimos, alguns países na Europa Ocidental e os Estados Unidos demonstraram sua disposição de atuar por fora da lei, e esta disposição ainda está de pé hoje. Esta ameaça fora da lei torna impossível minha viagem à América Latina para desfrutar do asilo lá concedido segundo nossos direitos comuns.
A disposição de Estados poderosos de agir à margem da lei representa uma ameaça para todos nós e não se deve permitir que ela tenha sucesso. Portanto, peço vossa ajuda [a organizações humanitárias no sentido de garantir o direito de passagem em segurança através das nações pertinentes, para assegurar minha viagem à América Latina, bem como no sentido de pedir asilo na Rússia até que estes Estados aceitem a lei e que minha meu direito legal de viajar seja permitido. Estarei apresentando meu pedido [de asilo] à Rússia hoje, e eu espero que ele seja aceito.





Eu ví no http://www.pragmatismopolitico.com.br/

Bebê leva 90 tesouradas da mãe porque mordeu seu seio enquanto mamava.


O menino chinês de apenas oito meses foi descoberto por um tio em uma poça de sangue





Uma história de violência de uma mãe contra o próprio filho chocou e comoveu a China na última semana. O bebê, de apenas oito meses de idade, sobreviveu após ter recebido 90 tesouradas, a maior parte delas no rosto, por ter mordido o seio da mãe enquanto mamava


O crime aconteceu em Zuzhou, na Província de Jiangsu. Xiao Bao mora com a mãe e dois tios, que trabalham coletando lixo para reciclagem. Foi um dos tios quem descobriu o bebê ferido, deitado em uma poça de sangue, no quintal de casa, e o levou ao hospital. As informações são do tabloide britânico Daily Mail







Eu ví no http://noticias.r7.com/

sábado, 6 de julho de 2013

Amas de leite para adultos viram moda entre ricos chineses





Nunca é tarde demais para apreciar as propriedades nutricionais do leite materno.

Com essa filosofia, uma empresa da metrópole de Shenzhen, sul da China, atraiu a atenção de marmanjos dispostos a pagar caro para ter uma ama de leite de plantão, que lhes forneça o alimento direto da fonte.

O polêmico serviço provocou uma avalanche de críticas de usuários das redes sociais chineses, muitos enojados com a ideia, outros sugerindo que trata-se de pura perversão sexual.

Enquanto o chinês médio se desdobra para achar leite de qualidade, após casos de contaminação que causaram a morte de bebês há alguns anos, há quem se dê ao luxo de contratar amas de leite exclusivas.

Até ontem o assunto era alvo de mais de 150 mil comentários no microblog Weibo, a versão local do Twitter. O que mais chocou os internautas foi a possibilidade oferecida pela empresa de que o cliente seja literalmente amamentado.

"Eles podem escolher entre a amamentação direta ou por meio de um sugador, se lhes for desconfortável", disse ao jornal "Southern Metropolis Daily" o porta-voz da empresa Xinxinyu, que oferece o serviço.

Segundo Lin Jun, o porta-voz citado, é crescente a procura do leite materno entre adultos com muito dinheiro e pouca saúde.

"Muitos contratam as amas para garantir um suprimento diário de leite materno", disse Lin, afirmando que as profissionais raramente manifestam resistência a prestar o serviço, "contanto que o pagamento seja justo".

A reportagem estima que as fornecedoras de leite materno para adultos cobrem em média 16 mil yuans (R$ 5.680) por mês, quatro vezes o salário médio mensal no país. O preço pode ser mais alto se a ama for atraente e comprovadamente saudável.


Depoimentos publicados na reportagem confirmam que o consumo de leite materno entre adultos virou moda nas altas rodas.

"Mas só alguns poucos mamam diretamente no peito das amas de leite", diz um dos entrevistados, que não é identificado. Ele conta que contratou a ama para morar em sua casa, a fim de garantir o fornecimento diário.

"É mais um sinal da degradação dos ricos chineses e de como a mulher é tratada como um bem de consumo", comentou o escritor Cao Baoyin em seu blog.

Mei Chunlai, um advogado consultado pelo jornal "China Daily", disse que embora a lei do país proíba a comercialização de leite materno, a fiscalização é frouxa.

Devido principalmente aos períodos curtos de licença maternidade, o índice de aleitamento materno na China é baixo, praticado por apenas 28% das mães, segundo relatório do Unicef publicado no ano passado.


Eu ví no UOL 

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Brasil 3 x 0 Espanha, Gols - Copa das Confederações 30/06/2013





Brasil Implacavél! O Campeão voltou! Brasil x Espanha | Brazil vs Spain 3-0 All Goals & Highlights 30.06.2013

Brazil v Spain 3-0 Todos Los Goles y Resumen | Copa das Confederações | 30-06-2013

Brasil v Espanã 3-0 Todos Los Goles y Resumen | Copa das Confederações | 30-06-2013

Brasil x Espanha - Confederations Cup - Final - 30/06/2013 - Confederações 2013

Brasil 3 x 0 Espanha, melhores momentos - Copa das Confederações 30/06/2013

Brasil 3x0 Espanha, Gols & Lances - Copa das Confederações 2013

Os gols de Brasil 3x0 Espanha pela da Copa das Confederações


Brazil XI: Júlio César; Dani Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo; Hernanes-Paulinho-Oscar; Hulk, Neymar, Fred

Spain XI: Iker Casillas, Álvaro Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos, Jordi Alba, Busquets, Xavi, Iniesta; Pedro, Mata, Fernando Torres,