sexta-feira, 30 de maio de 2014

Gatinho demonstra patriotísmo ao ouvir o hino de seu país, a Rússia. Desbanca muitos brazukas por aí que dizem ter vergonha de sua pátria.

Maleficent Official International Trailer - Japanese (2014) Angelina Jol...

Civis mexicanos criam rede contra cartéis de droga

União Económica Euro-asiática: uma realidade a partir de 2015

Abrigo flutuante p/ casos de tsunami é construído no Japão 大津波対策の切り札!浮揚式シェルターの普及めざす(14/05/29)

Rakuten Cafe" em Shibuya, Tókyo - 楽天がリアル店舗「楽天カフェ」東京・渋谷に開店(14/05/29)

Toque de recolher na Tailandia タイの夜間外出禁止令 軍当局が観光地解除を検討(14/05/29)

Gisele e Neymar representam o Brasil na capa da Vogue

Vídeo amador mostra ataque de um tornado nos EUA

Mulher grávida é apedrejada até a morte no Paquistão

Egito exige destruição de réplica de esfinge chinesa

Soyus atraca na ISS com 3 novos astronautas

MTST exige distribuição de "Terrenos da Copa" em SP

Austrália é 1ª equipe estrangeira a chegar para Copa

Buscas para encontrar avião da Malaysia Airlines entram numa nova fase

Japão: explosão em petroleiro provoca quatro feridos graves

Confrontos em Barcelona pela terceira noite consecutiva por despejo de i...

Alerta OMS: Novos casos de ebola na Guiné Conacri

Ucrânia: Separatistas abatem helicóptero e matam vários soldados em Slov...

Menores vítimas de violação coletiva aparecem enforcadas

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Eis aqui a opinião de um Ministro do Japão: Aso: ¨É injusto que os meus impostos cubram aos gastos médicos dos idosos¨


Ministro japonês se queixou dos idosos que não fazem nada


O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, voltou a ser notícia por algumas declarações polêmicas.

"Não é justo que eu pago impostos para cobrir todas as despesas médicas dos idosos", disse o ex-primeiro-ministro japonês na Dieta.

"Eu tenho 73 anos, em breve eu estarei com 74, e nunca tive uma longa estadia em um hospital ", disse Aso, citado pela Bloomberg.

No entanto, o alto funcionário reconheceu que algumas pessoas nascem com problemas de saúde.

Em agosto de 2013, enquanto discutia a capacidade de mudar ou introduzir emendas na Constituição pacifista do país, Aso afirmou que o Japão deveria imitar os nazistas, que alteraram a Constituição alemã sem ninguém perceber.

A oposição argumentou que as suas palavras eram inaceitáveis ​​e que prejudicaram a imagem do país, motivo por qual solicitaram a sua saída do governo. Aso disse ter sido mal interpretado e o escândalo foi esquecido.

Em janeiro daquele ano, falou contra o prolongamento artificial da vida e disse que o fardo do Estado seria aliviado se deixassem os idosos morrer.

Uma vez se referiu as pessoas de terceira idade como " maricas " e queixou-se que " comem e bebem e não fazem nenhum esforço".









Ví no - ipcdigital.com

RIP - "世界一重い男性"が死亡 一時560kg メキシコ(14/05/28)

terça-feira, 27 de maio de 2014

Brasileira suspeita de envolvimento em assassinato no Japão se entrega na China


Ela pode estar envolvida no assassinato da enfermeira japonesa, Rika Okada.



Modelo brasileira presa na China volta a Florianópolis

9 dos 10 países que mais aproveitam a vida são da América Latina e Japão ocupa a 60º posição


O povo latino americano se concentra mais nas coisas positivas e acreditam muito na família de acordo com a Gallup


latinos americanos
 latinos-americanos

Quem já não ouviu ou leu que o dinheiro não pode comprar a felicidade, ou não o suficiente para ser feliz? De acordo com um estudo realizado pela Gallup, isso parece ser verdade. De outra maneira não se entendeb que entre os países habitados por pessoas com melhor humor, mais otimista, que mais experiências positivas vivem, não se encontra em nenhuma das economias mais poderosas do mundo.

Gallup perguntou para cerca de 1.000 pessoas com idades entre 15 anos ou mais de 138 países, se no dia anterior havia sentindo uma emoção positiva, como rir , se divertir, ser tratado com respeito ou descansou bem.

87% dos entrevistados no Paraguai, responderam que sim, fazendo o seu país, pelo terceiro ano consecutivo, o mais otimista ou positivo do mundo.

9 dos 10 países com as maiores taxas de emoções positivas estão na América Latina:

1 . Paraguai ( 87 % )

2 . Panamá ( 86 % )

3. Guatemala ( 83 % )

4. Nicarágua ( 83%)

5 . Equador ( 83 % )

6. Costa Rica (82%)

7 . Colômbia ( 82 % )

8 . Dinamarca ( 82 % )

9 . Honduras ( 81 % )

10 . Venezuela ( 81 % )

A supremacia da América Latina, de acordo com o Gallup, reflete " a tendência cultural da região em se concentrar nas coisas positivas na vida".

Outro fator que a empresa americana destaca é a importância da família e dos amigos para os latino-americanos .

O Japão ocupa a modesta 60º posição no ranking (71%). Indonésia, Filipinas e Tailândia estão empatados na mesma décima segunda posição (80%) .

Estados Unidos ocupa o 24º lugar ( 78%) e a Espanha 55º ( 73%). Chile e Argentina compartilham a 19 º posição (78%), enquanto o Peru, Brasil e Bolívia empatam no 46º lugar ( 74%).

O país com a pior colocação é a Síria ( 36 % ), de acordo com o estudo realizado em 2013.

Os resultados das medições de Gallup pode despertar ceticismo e desconfiança de muitos, tão difícil de acreditar que as pessoas em países de baixa renda com alta insegurança pública, vivem mais felizes ou mais animados que as pessoas nos países desenvolvidos que estão satisfeitos com as suas necessidades materiais e onde o risco de ser assaltado ou morto é muito menor.










Ví no InternacionalPress

Corpo de enfermeira desaparecida foi enviado de Osaka para Tóquio


Assassina seria uma antiga colega




Rika Okada
 Rika-Okada


Novos detalhes foram revelados na imprensa japonesa sobre o caso da enfermeira de Osaka que desapareceu em março deste ano e cujo corpo foi descoberto em um depósito de equipamentos em Hachioji, Tóquio. No entanto, muitas questões permanecem sem respostas.

O corpo foi enviado de Osaka através do correio dentro de uma caixa que descrevia que havia uma boneca.

O pagamento para o envio foi feito em nome de Okada. Além disso, o aluguel de espaço do depósito em Tóquio foi feito através do cartão de crédito da enfermeira.

O corpo da mulher tinha marcas de inúmeras facadas. No entanto, não havia ferimentos nos braços ou mãos.

Quem está por trás da morte da enfermeira de 29 anos?

Uma ex-companheira de escola de Okada, viajou de Tóquio no início deste mês com o seu passaporte, de acordo com o Japan Today. A misteriosa mulher, cuja identidade não foi revelada, estava vivendo com uma amiga chinesa próximo ao depósito onde o corpo foi encontrado.

As duas mulheres voaram em direção a Xangai no mesmo voo do Aeroporto de Haneda.

Pouco antes de desaparecer, Okada escreveu em sua página no Facebook que ela iria se encontrar com uma velha amiga que não via há dez anos.

Essa amiga era sua antiga companheira de escola? Será ela a assassina? A chinesa que vivia junto foi cúmplice no crime? Por que enviar o corpo para um local de armazenamento em Tóquio?

Quando o corpo foi encontrado, a mídia japonesa disse que uma brasileira de descendência japonesa tinha usado o passaporte da enfermeira. A brasileira era essa antiga amiga?









Ví no InternacionalPress

Fukushima terá muro de gelo subterrâneo para tentar bloquear água radioativa




Usina nuclear de Fukushima: obras devem começar em junho, segundo porta-voz



 fukushima
Fukushima

A autoridade de segurança nuclear do Japão aprovou nesta segunda-feira o projeto de construção de um "muro de gelo" subterrâneo para diminuir o acúmulo de água radioativa no subsolo da usina de Fukushima Daichi.

De acordo com o plano da companhia Tokyo Electric Power (TEPCO, que opera a central acidentada em março de 2011), as obras devem começar em junho, segundo um porta-voz da organização.

O projeto, financiado pelo governo, consiste em criar um espesso "muro de gelo" com 1,5 km de canalizações preenchidas com líquido refrigerado para bloquear os vazamentos.

O objetivo é evitar que a água limpa das colinas circundantes passem sob a central.

Atualmente, circula sob Fukushima Daichi água não contaminada que se mistura à água usada para resfriar os reatores, que é radioativa.

A TEPCO planeja instalar o muro para evitar esse fenômeno que faz aumentar a quantidade de água contaminada sob a central.

"Temos algumas dúvidas, mas, no geral, não há objeções, então decidimos que a TEPCO poderá iniciar o projeto", explicou o porta-voz que não quis se identificar.

Em sua opinião, a TEPCO terá que rever alguns de seus planos, porque, tal como está, o projeto pode danificar a rede de tubulações subterrâneas.







Ví no ipc.com

Número de pessoas infectadas com AIDS no Japão atinge recorde em 2013


Quase 500 casos somente no ano passado

Número de pessoas infectadas com AIDS no Japão atinge recorde em 2013



O Ministério da Saúde, Trabalho e Previdência, diz que, em 2013, 484 pessoas no Japão foram recentemente diagnosticadas com AIDS. Este é o maior número registrado em um período de um ano desde que o ministério começou a realizar este tipo de pesquisa iniciada em 1985.

Da mesma forma, o número total de pessoas recém-confirmadas com HIV positivo, eram de 1106, o segundo maior número já registrado. Além disso, o número de indivíduos com 50 anos ou mais que foram infectados com Aids está em ascensão, segundo o ministério é a faixa etária que vêm crescendo a cada ano com o número de pessoas com HIV.

Aqueles que são diagnosticados com HIV positivo, devem procurar tratamento médico adequado em tempo hábil, disse um funcionário do ministério.

O ministério está pedindo às pessoas interessadas para fazer o teste. "A descoberta precoce pode salvar sua vida e a vida dos outros", citou o porta-voz para a TBS.








Ví no ipc.com

Seul oferece recompensa superior a 48 milhões de ienes para quem entregar dono da balsa


Valor da recompensa é dez vezes maior


balsa
 balsa

As autoridades sul-coreanas anunciaram hoje uma recompensa de 500 milhões de wones ( 48 milhões de ienes) para quem entregar Yoo Byung-eun, fugitivo milionário tido como o proprietário da empresa da balsa Sewol, cujo naufrágio fez mais de 300 mortos.

Após várias tentativas para encontrar Yoo Byung-eun, as autoridades da Coreia do Sul anunciaram hoje na televisão estatal KBS o novo valor da recompensa, o qual é dez vezes superior à anterior compensação oferecida.

O empresário, fotógrafo e líder religioso de 73 anos foi acusado de desvio de fundos, evasão e suborno depois de o naufrágio do Sewol ter colocado a descoberto transações ilegais realizadas pela companhia Cheonghaejin Marine e pelas suas filiais.








Ví no ipc.com

Ucrânia: operação "antiterrorista" para retomar controlo de aeroporto de...

Separatistas boicotam eleições no leste da Ucrânia

Papa Francisco e patriarca ortodoxo grego unidos numa oração histórica e...

Eleições Europeias: Vencedores e vencidos na Alemanha, Itália, Espanha e...

Eleições Europeias: Syriza celebra vitória nas ruas de Atenas

Petro Poroschenko é o novo presidente da Ucrânia

Homem invade Museu Judáico na Bélgica e mata 4 pessoas

Japão é o 2º país do mundo com mais feriados por ano Nesta sexta-feira deve ser anunciado mais um feriado nacional


Nesta sexta-feira deve ser anunciado mais um feriado nacional

feriado

Nesta sexta-feira vai ser votada, e previsivelmente aprovada, a proposta legislativa para instituir o feriado oficial do Dia da Montanha, no Japão. Este vai ser o 16ª feriado oficial anual no país, um número só superado pela Coreia do Sul.

Na Espanha, por exemplo, há 12 dias festivos, enquanto Portugal conta atualmente com apenas 9 feriados oficiais.

Segundo o site El Economista, ainda que o Japão seja um dos países com mais feriados oficiais, o fato é que os japoneses acabam por desfrutar apenas de 8,6 dias de férias, em média, menos da metade dos dias a que têm legalmente direito.

Mas por detrás deste comportamento não estará apenas o gosto pelo trabalho, mas também a pressão social, revela o TVI24.

Feriados Nacionais do Japão

1 de Janeiro - Ano Novo.

9 de janeiro - Dia da Idade.

11 de fevereiro - Dia da Fundação do Japão.

20 de março - Shunbun-no oi ou Equinócio de Outono.

29 de abril - Dia de Showa.

3 de maio - Dia da Constituição.

04 de maio - Midori no oi-ou Festa da Natureza.

05 de maio - hio Kodomo-no Dia das Crianças.

16 de julho - Umi-no oi ou Dia de Ação de Graças no mar

17 de Setembro - Dia Keiro no oi ou respeito pelos mais velhos.

22 de setembro - Shubun não oi ou Equinócio de Outono.

08 de outubro - Dia do Esporte.

3 de novembro - Bunka-no-oi ou Dia da Cultura Nacional.

23 de novembro - Dia do reconhecimento do trabalho.

23 de dezembro - Tanjobi Tenno ou aniversário do imperador Akihito.




P.S Lembrando que feriado não quer dizer que ninguém trabalhe por aqui, pois, as fábricas tem seus próprios calendários, portanto, a maioria dos feriados descritos acima geralmente são válidos apenas p/ o setor governamental, escolas, creches, bancos, correios, prefeituras, etc.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Três escolas de culinária profissional em Saitama não permite a entrada de estrangeiros


Decisão polêmica vem chamando a atenção na mídia japonesa
/ Mainichi

Estudantes estrangeiros no Japão
Estudantes-estrangeiros-no-Japao

As três escolas de culinária profissional localizadas na província de Saitama que administra " Konsho Gakuen " tem escrito no seu pedido de adesão que não podem permitir a entrada de estrangeiros. Embora a cidade de Saitama tenha exigido para fazer escolhas justas em janeiro e agosto do ano passado, Konsho Gakuen respondeu dizendo: " É a política dessas escolas desde o início que tem como objetivo a preparação dos japoneses". Quando perguntado por que apenas japoneses, a instituição disse que nos últimos anos aumentou o número de chamadas de estrangeiros que queriam ingressar nas escolas, e temiam que entre eles houvessem ilegais.

No entanto, de acordo com o jornal Asahi, o diretor Gakuen Konsho, Imae Akio, expressou suas desculpas e disse que na próxima solicitação de matrícula vai retirar a frase que não permite a participação de estrangeiros.

No Japão, está aumentando a presença de filhos de trabalhadores estrangeiros, e há preocupação sobre estes casos de discriminação na educação.

"Eu nasci e fui criado nesta cidade. O que importa a nacionalidade para ser um chef?". Questionou um jovem peruano de 19 anos que vive no distrito de Fukagaya em Saitama, e teve que abandonar a escola. "Eu tive que mudar de carreira. Eu quero ser a última pessoa a sofrer com este tipo de problema", disse ele ao jornal Mainichi .

Seus pais vieram para o Japão faz mais de 20 anos. O jovem nasceu no distrito de Fukagaya e estudou por muito tempo na mesma cidade. Quando ele estava no colégio decidiu tornar-se chefe de cozinha italiana e pensou em obter a qualificação de cozinheiro na escola de Saitama que fica perto de sua casa.

O jovem lembrou: "Eu pensei que eu poderia pagar regularmente. É a primeira vez que me rejeitam por causa da minha nacionalidade. Eu chorei e me sentia impotente. " O professor que se envolveu sobre este assunto chamou imediatamente a escola, mas a resposta recebida foi: " É a política desta escola ".

O jovem peruano que não poderia realizar seu sonho disse finalmente ao Mainichi "Minha língua nativa é o japonês , e eu estou vivendo como um morador desta cidade pagando os impostos. "

De acordo com o município, nas três escolas há um total de 379 alunos. Em " Saitama-ken chorishi senmongakko" estudam cozinha 156 alunos no " Eiyo senmongakko " há 140 alunos que estudam nutrição e em " Seika senmongakko " cerca de 83 estudantes estudam confeitaria.








Ví no  ipcdigital.com 

Mangá mostra males estranhos em moradores de Fukushima e gera protesto


Publicação sobre gastronomia "Oishinbo" sugere que habitantes de Futaba são vítimas de estranhos males após o acidente nuclear
/ AFP

Mangá
Manga

A cidade japonesa de Futaba protestou contra uma revista em quadrinhos que insinua que seus habitantes são vítimas de estranhos males após o acidente nuclear da central de Fukushima Daiichi, localizada em seu município.

As autoridades municipais escreveram uma carta na quarta-feira à editora japonesa Shokagukan para denunciar, segundo elas, as mentiras apresentadas em um episódio recente do conhecido mangá sobre gastronomia "Oishinbo".

Na história em quadrinhos, um dos personagens desenhados por Akira Hanasaki diz que o nariz de muitas pessoas de Fukushima sangra inexplicavelmente.

"É inexato que muitos cidadãos tenham se queixado" destes sintomas, indicou a prefeitura de Futaba, que lembrou que a cidade "foi evacuada imediatamente após a catástrofe".

"Devido à publicação deste episódio, tanto os habitantes de Futaba quanto de toda a região de Fukushima podem ser vítimas de discriminação", afirmaram as autoridades locais, que consideraram a publicação prejudicial para a reconstrução da região.

"Não entendo por que, quando escrevemos a verdade como ela é, criticam", afirmou Tetsu Kariya, roteirista do mangá, que garantiu ter realizado um estudo de campo durante dois anos.











Ví no ipcdigital.com 

Sony dará fone de presente para todos os jogadores da Copa do Mundo




O MDR-10R não possui Bluetooth, NFC e cancelamento de ruído externo, que estão disponíveis apenas no modelo top de linha.

MDR-10R MDR-10R

Os cerca de 800 jogadores das 32 seleções que participarão da Copa do Mundo no Brasil ganharão um fone de presente da Sony. A patrocinadora oficial da FIFA dará um MDR-10R branco, cor exclusiva para a edição da Copa, para cada atleta.

O produto é o primeiro fone da Sony com tecnologia Hi-Res, que reproduz músicas em formato digital com qualidade superior ao CD.

Os jogadores, porém, não serão obrigados a usar os fones nos eventos oficiais da FIFA.









Ví no - ipcdigital.com 

Brasileiro que atirou em policial passava por tratamento médico


Essa não é a primeira vez que um brasileiro toma a arma de policial japonês


Lauro Yassuo Tsuda
 Lauro-Yassuo-Tsuda

O brasileiro detido no dia 15 de maio no Chiryu Danchi por tentativa de homicídio depois de tomar a arma de um policial, passava por tratamento médico. O caso aconteceu no conjunto residencial Chiryu, onde moram cerca de 1800 brasileiros espalhados em 73 prédios.

É uma minicomunidade, muitos sabiam dos problemas de saúde de Lauro Yassuo Tsuda, 58 anos, e desde o ano passado, o comportamento do brasileiro começou a se alterar. Moradores se queixavam com frequência do barulho que saia da casa de Lauro. algumas testemunhas dizem que ouviam gritos, como de uma pessoa surtando.

Familiares no Brasil dizem que Lauro estava com a saúde abalada, e precisava tomar remédios fortes. Ele inclusive teria comentado que ia muito ao médico.

Vindo do interior de São Paulo, Lauro morava há muitos anos no japão. Estava divorciado de uma japonesa, com quem tem dois filhos, e atuava como tantosha, responsável por um grupo de trabalhadores alocados por uma empreiteira de Yokohama.

Amigos dizem que ele era uma pessoa tranquila. até aparecerem os primeiros sinais de instabilidade emocional. Testemunhas afirmam que Lauro tinha noção da gravidade da doença, tanto que se preparava para retornar ao Brasil.

Na quinta-feira de manhã, Lauro teria se desentendido com um grupo de mulheres do prédio, que pediram a ajuda da polícia. Ao ser questionado sobre a briga, o brasileiro acabou tomando a arma de um dos policiais e dado dois tiros. Uma das balas atingiu o braço de um oficial, que vai ficar hospitalizado durante uma semana.

Essa não é a primeira vez que um brasileiro toma a arma de policial japonês, em 2005, os irmãos Mauro e Edgar Eguchi agrediram um oficial que se aproximou dos dois para perguntar sobre o veículo que eles dirigiam.

A arma ficou sob o poder dos brasileiros durante dois dias.











Vi no - IPCTV

Três mulheres japonesas assassinam uma outra por causa de fofocas


A vítima sofreu ferimentos graves em todo o corpo


A polícia de Tóquio prendeu três jovens na quinta-feira, 22 de maio, por espancar até à morte uma outra mulher em seu apartamento, no distrito de Shinjuku, revela o Japan Today.

Segundo as autoridades, duas detidas de 20 anos usaram tubos para atacar a vítima, uma terceira mulher de 26 anos, agrediu com um ferro Taeko Hashimoto, no dia 19 de maio.

Hashimoto sofreu ferimentos graves em todo o corpo durante a agressão e morreu na quarta-feira, disse a polícia.

As três mulheres foram interrogadas pela polícia para explicar o que motivou o ataque, e a justificativa delas foi que estavam com raiva de Hashimoto, porque ouviu de outra pessoa, que ela ficava fofocando e difamando as três amigas.






Ví no - ipcdigital.com

Brasileira de 20 anos suspeita de assassinar auxiliar de enfermagem 品名「人形」中身は遺体の宅配便 准看護師不明事件(14/05/26)



Autoridades desconfiam que seja de uma enfermeira procurada em Osaka


A polícia de Osaka investiga o possível envolvimento de uma jovem brasileira de 20 anos no assassinato de uma auxiliar de enfermagem de 29 anos. O corpo da vítima foi encontrado coberto por um lençol em um depósito alugado em Hachioji, Tóquio, no dia 21 de maio.



A polícia concentra as investigações na amiga, que viajou este mês para a China usando o passaporte da vítima.



A enfermeira de 29 anos, Rika Okada, morava em um apartamento perto do hospital onde trabalhava no distrito de Nishinari, em Osaka, desapareceu depois de deixar o trabalho quando retornava para casa em meados de março.



A mãe de Okada pediu ajuda para as autoridades no início de maio, depois de não ter notícias dela por um longo tempo . A polícia encontrou vestígios de sangue no apartamento em Osaka e depois de uma análise de DNA realizada, confirmou que pertencia à mulher desaparecida .

































Lí no - ipcdigital.com 


domingo, 25 de maio de 2014

Somália: Deputados escapam com vida a atentado contra o Parlamento

Conclusão das Eleições Europeias

Ucrânia: A grande incógnita das eleições presidenciais

Ucrânia: Eleições presidenciais em clima de grande tensão

Papa pede solução pacífica para a Síria e justa no conflito israelo-pale...

Tiroteio em Bruxelas mata três pessoas

Ucrânia: Contagem decrescente para as presidenciais em clima de terror no Leste do País.

Бог благословить Україну



God bless the Ukraine

Política dos EUA para Ucrânia: beco sem saída






Fotos do referendo de 9/5/2014 em Donetsk e Lugansk


A atenção do mundo está focada na luta da resistência, que efetivamente está conseguindo fazer retroceder os bandidos e mercenários arregimentados contra as repúblicas populares de Donetsk e Lugansk. Os planos dos EUA para a Ucrânia estão fazendo água. O massacre de Odessa e os crimes cometidos na sequência pelo governo neonazista de Kiev no Donbass inspiraram a luta dos ucranianos nas regiões leste do país, e a resistência cresceu. Não se trata de um grupo de ativistas que se opõem a um governo provisório. É movimento apoiado pela maioria da população. Os EUA perderam a disputa do campo moral e já não podem continuar a chamar a resistência nas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk de “separatismo”.

Não é exagero dizer que estamos em situação emergencial, que impõe reavaliar todas as abordagens.

A esperança que Kiev ainda acalenta, de reaproximação com os EUA, é vã. A política dos EUA visa a criar conflitos cada vez mais candentes na Eurásia, para desestabilizar a Rússia. A Ucrânia é um elo na cadeia dos preparativos para montar uma grande armadilha anti-Rússia, em andamento já há dúzias de anos. Washington converteu-se em patrocinadora do regime dos golpistas, para reforçar a própria presença nas margens do rio Dnieper. Os norte-americanos fazem o que podem para agravar as dificuldades e empurrar o estado ucraniano para o colapso total.

Cerca de 90% da população apoiou a independência política do Donbass, que se consagrou nos referendos realizados recentemente simultaneamente nas regiões de Donetsk e Lugansk. Os resultados mostram que, de fato, a Ucrânia é país dividido.

O povo no sudeste da Ucrânia não quer viver conforme as regras fixadas pelos patrocinadores que vivem além-mar. E jamais reconhecerá o governo dos marionetes dos EUA em Kiev.



Os EUA vivem do delírio de que todos os problemas serão resolvidos pelas eleições presidenciais, motivo pelo qual querem vê-las realizadas o mais depressa possível, mesmo que nenhum dos candidatos tenha qualquer possibilidade de unificar o país. A Ucrânia já é país dividido. O povo já não vive pelas mesmas leis em todo o espaço que foi, mas já não é, qualquer “Ucrânia”. As pessoas têm visões diferentes sobre o futuro do próprio país e não querem viver juntas. Nenhuma eleição, em nenhum caso, jamais conseguirá legalizar o regime interino que os EUA implantaram em Kiev.

Nem mercenários contratados e pagos como exércitos privados comandados por oligarcas, nem qualquer pacote de sanções a ser inventado contra a Rússia ajudarão os EUA a apagar o fogo que geraram na Ucrânia. Fotos de John McCain e Victoria Nuland, lado a lado com fascistas ucranianos contra os quais luta o povo do Donbass, só fazem acrescentar mais gasolina às chamas da indignação da população.

John Brennan, diretor da CIA, diz que sua agência coopera com contrapartes ucranianas para devolver a “estabilidade” à Ucrânia. Parece piada macabra. Quem são/seriam esses combatentes por alguma “nova Ucrânia”? Não passam de bandidos mercenários arregimentados e pagos pela CIA, e Roman Kupchinsky (morto em jan/2014) foi um deles.


Roman Kupchinsky (1944-2014)

Roman Kupchinsky dirigiu a Rádio Liberdade [orig. Radio Liberty/Radio Free Europe] durante vários anos. O pai dele – Roman Kupchinsky Sênior, cooperou intimamente com a SD nazista de Heinrich Himmler, para treinar pessoal para atividades subversivas em território soviético. Na sequência, serviu na divisão Galichina SS, envolvida em massacres de civis na União Soviética, Tchecoslováquia e Iugoslávia. Em 1949, a família Kupchinsky fugiu para os EUA. No início dos anos 1980s, Roman Kupchinsky já trabalhava para a CIA no Afeganistão, coordenando as atividades dos mujahedeen que combatiam contra tropas soviéticas. Teve participação na criação da Al-Qaeda e coordenou atividades terroristas em várias partes do mundo.

Esse tipo de gente trabalhou para manter os laços com os neonazistas ucranianos que lutam contra a população civil ucraniana no sudeste do país. Ao longo da história, os EUA ajudaram Hitler a chegar ao poder, porque planejavam convertê-lo em força de ataque a ser usada contra a Rússia. Todos sabemos no que deu esse “plano” – o Exército Vermelho derrotou Hitler e, em vários sentidos da expressão, derrotou também os EUA. Agora, os EUA repetem erro depois de erro, sem parar, outra vez, na Ucrânia.

 O alvo principal é a Rússia; e o emergente nacionalismo ucraniano é a arma. Agora, Dmitry Yarosh, líder do Setor Direita, é candidato à presidência! O homem que tem laços muito próximos com Valentin Nalivaichenko, chefe do Serviço de Segurança da Ucrânia, que trabalhou para a CIA; e com Andrei Parubiy, presidente do Conselho de Segurança Nacional, e suspeito de ser o responsável pelos assassinatos na Praça Maidan, em fevereiro.

O fato de formações do Setor Direita terem-se convertido no exército privado chamado “Guarda Nacional” – um grupo constituído de vários esquadrões-da-morte – com acesso liberado a armamento pesado e a aviões de guerra, deram a Yarosh alto posto na hierarquia do regime. Como candidato à presidência, Yarosh promete combater o “imperialismo russo”, o “separatismo regional” e fazer da Ucrânia estado nuclear.

Os eventos na Ucrânia são ação de intimidação montada pelos serviços especiais dos EUA. Todas as regiões estão sendo aterrorizadas. Se esse processo não for imediatamente contido, continuará depois das eleições de domingo, 25 de maio – e se terá chegado precisamente ao cenário que a CIA planejou. O alvo a atacar é a Rússia – mas todos os principais países da União Europeia estão sendo afetados.

Tudo é feito em nome do “excepcionalismo” dos EUA e da crença da “grandeza” norte-americana. Na Ucrânia, essa fé arcaica e arcaizante no papel central que os EUA teriam no mundo multipolar está empurrando os EUA para o fundo de um beco sem saída.










[*] Nikolai Bobkin  é Ph.D. em Ciências Militares, professor associado e pesquisador sênior no Center for Military-Political Studies, Institute of the U.S.A. & Canada. Colaborador especialista na revista online New Eastern Outlook. Escreve habitualmente para diversos sites e blogs tais como:Strategic Culture, Troubled Kashmir, Make Pakistan Better e muitos outros.



Ví no redecastorphoto.blogspot.com

Itália pronta para votar

Começa a funcionar plano especial de segurança para o Mundial

Conheça a estação de metrô mal-assombrada de Madri

Confira os looks do Festival de Cannes 2014

Ator Michael Jace é preso após matar a esposa

EUA: Brasileira quase fica careca em salão de beleza de Nova York

RS: Posto de gasolina já foi assaltado 12 vezes neste ano

Sismo de magnitude 6.4 abala Grécia, Turquia e Bulgária

EUA: Atirador solitário mata 7 pessoas na Califórnia

sábado, 24 de maio de 2014

General tailandês assume cargo de premier após golpe

Flagrante: Bandidos assaltam motorista em menos de 10 segundos

Mexicanos enfrentam polícia em confronto por água

Gasoduto explode e inunda ônibus com água fervente

Mais de 15 mil pessoas protestam nas ruas de São Paulo

Justin Bieber quer privacidade

Novidades do esperado filme "Batman versus Superman"

Tribo Kalash comemora o festival anual de primavera

Museu do 11 de setembro abre as portas ao público em NY

Briga entre celebridades: Rihanna vs Charlie Sheen

sexta-feira, 23 de maio de 2014

SP: Brigas em sindicato refletem caos nas ruas durante greve

Pesquisa IBOPE aponta reeleição de Dilma Rousseff no 1º turno

China: Homem salva bebê que caiu do segundo andar de um prédio

China: Mais de 30 mortos em ataque na cidade de Urumqi

EUA procuram no Chade as raparigas raptadas

Tailândia: Exército anuncia golpe de Estado e suspende Constituição

quinta-feira, 22 de maio de 2014

eBay aconselha alteração de palavras-passe

Militares tailandeses assumem controlo do governo

Adolescente japonês de 17 anos assassina seus avós por dinheiro no Japão


Sua mãe também foi detida por suposto envolvimento no caso

Apartamento onde moravam as vítimas
Apartamento onde moravam as vítimas

Há pessoas que fazem de tudo por dinheiro, inclusive matar os seus parentes. A polícia de Kawaguchi, em Saitama, disse na quarta-feira que prendeu um garoto de 17 anos de idade, por ter assassinado seus avós em seu apartamento, em março. A mãe do menino também foi presa, revela o Japan Today.

Segundo os investigadores, Masaaki Ozawa, 73 anos e sua esposa Chieko, 77, foram esfaqueados até a morte no dia 26 de março . A filha mais velha do casal, acionou a polícia após não conseguido contato com os seus pais e foi para o apartamento acompanhada pelas autoridades e os encontrou deitado no chão da cozinha, coberto por caixas e cobertores. Ao lado de seus corpos estava a faca usada nos assassinatos .

Em 29 de abril, a polícia prendeu o neto e a sua mãe, depois que retiraram ¥ 20.000 da conta bancária dos avós.

O garoto mora em Tóquio, no distrito de Katsushika e trabalha para uma empresa de demolição e é suspeito de esfaquear fatalmente seus avós e em seguida, roubar seus cartões de crédito e de bancos.

Segundo a polícia, o menino admitiu ter matado seus avós, dizendo que ele precisava de dinheiro, mas o envolvimento de sua mãe permanece obscuro. No entanto, o menino foi interrogado e afirmou que que recebeu o número da senha através da sua mãe.











Ví no - ipcdigital.com

quarta-feira, 21 de maio de 2014

20 mil policiais no RJ para garantir segurança na Copa

O que acontece quando a Rainha encontra a Princesa?

Beyonce, Solange e Jay Z "quebram o gelo" sobre a briga

Descobertos fósseis de dinossauro gigante na Argentina

Exército tailandêses decreta lei marcial no país

Christiano Ronaldo e Irina Shayk nus na capa da Vogue

Parlamento da Ucrânia aprova memorando pela paz

Oposição tailandesa mantém protestos

Exército tailandês organiza reunião entre rivais políticos

terça-feira, 20 de maio de 2014

Mulheres apaixonadas por padres pedem a papa que torne celibato opcional


Numa carta enviada a Francisco, mulheres pedem que a Igreja reveja a disciplina do celibato.
/ reuters

papa

Vinte e seis mulheres que dizem estar apaixonadas por padres da Igreja Católica escreveram ao papa Francisco pedindo que o pontífice torne o celibato opcional.

As mulheres, que vivem na Itália, descreveram o “sofrimento devastador” causado pela proibição de que os padres façam sexo e se casem.

“Amamos estes homens e eles nos amam”, afirmaram na carta, publicada no site Vatican Insider.

“Com humildade, colocamos aos seus pés o nosso sofrimento para que algo possa mudar, não somente para nós, mas para o bem de toda a Igreja”, acrescentaram na mensagem, assinada com seus nomes de batismo e uma inicial dos sobrenomes, mas com vários números de telefone.

O celibato dos padres da Igreja Católica, embora não seja um dogma inalterável, é uma tradição de mais de 1.000 anos.

Nas últimas décadas, o Vaticano vem sofrendo pressão para tornar o celibato opcional e permitir que os padres se casem. Os defensores da causa afirmam que isso suavizaria a carência aguda de sacerdotes em muitas áreas.

As mulheres pediram ao papa que “abençoe nosso amor”, acrescentando que poucas pessoas podem entender o “sofrimento devastador vivido por uma mulher que tem um grande amor por um padre”.













Ví no ipc.digital

Com virose, Paul McCartney cancela apresentações no Japão




Paul McCartney tinha shows programados para o Budokan

Paul


O ex-Beatle Paul McCartney, 71 anos, cancelou nesta terça-feira todos os seus concertos previstos para o Japão por ter contraído uma virose. "Lamentavelmente, Paul terá que anular seus compromissos restantes no Japão. Não se sente bem e a anulação é inevitável", explicaram os organizadores em um comunicado.

Out there, o espetáculo de McCartney, estava previsto para o final de semana passado, no Estádio Nacional de Tóquio, mas foi suspenso devido à virose que deixou o cantor completamente extenuado. "Estou desiludido e triste por não poder atender meus fãs", disse McCartney em um comunicado.

McCartney tinha shows programados para o Budokan de Tóquio - 48 anos após se apresentar ali com os Beatles - e para a cidade de Osaka, antes de seguir para Seul. Antes de chegar ao Japão, McCartney realizou uma extenuante turnê pela América do Sul.













Ví no ipc.digital

Japonês preso por ter relações sexuais com uma menina de 12 anos de idade


Os dois se conheceram através de um aplicativo de smartphone

smartphone

A polícia de Kyoto confirmou na quinta-feira, 15 de maio que prendeu um homem de 23 anos por assumir que teve relações sexuais com uma garota de 12 anos.

Isao Nakatsuji, que trabalha como jardineiro, levava a estudante para hotéis e na sua própria casa para fazer sexo.

Nakatsuji e a menina se conheceram através de um aplicativo para marcar encontros no ano passado, segundo a polícia, que acredita que ambos se encontraram cerca de cinco vezes .

O fato veio à tona em fevereiro, quando a mãe da menina foi até a polícia para denunciar o homem depois de ter sido informada pela sua própria filha.

O caso motivou vários comentários no Yahoo Japan, que publicou a notícia de usuários que questionaram a menina por ter acesso aos pedidos de encontro através do aplicativo e criticaram seus pais por permitir isso.















Ví no ipc.digital

Pesquisa revela a crise no Japão sobre adoção de crianças




Regra diz que, mesmo que criança seja retirada dos pais biológicos pelo governo, eles ainda terão a guarda.

Japao

Masashi Suzuki, 21 anos, foi abandonado pelos pais quando ainda era um bebê. Aos dois, foi parar numa instituição mantida pelo governo japonês na cidade de Funabashi, província de Chiba, vizinha à capital japonesa. Esperou por uma chance de ser criado numa casa, cercado de carinho e proteção, porém, a burocrática legislação japonesa cerceou os sonhos do jovem de crescer em uma família, revela a agência BBC Brasil.

No Japão, a lei diz que, mesmo que a criança seja retirada dos cuidados dos pais biológicos, eles ainda terão a guarda sobre ela e podem decidir seu futuro.

Além disto, segundo Sayo Saruta, consultora da organização Human Rights Watch (HRW), os chamados centros de orientação infantil (a autoridade administrativa local que determina o destino da criança) ainda preferem colocar as crianças em instituições do que em permitir sua adoção.

Foi o caso de Masashi. Quando completou 18 anos ele foi obrigado a deixar o abrigo e ficou desnorteado com o novo mundo com o qual se deparou.

"Estava animado, pois pensava que estava deixando finalmente a prisão", contou.

Em menos de dois anos, passou por 20 diferentes empregos e chegou a morar nas ruas.

"A vida não é como um passeio tranquilo. Um dia parece que nunca termina", afirmou.

O jovem japonês é, para Sayo, um exemplo do que acontece com crianças que crescem em instituições e abrigos e não numa família.

A Human Rights Watch divulgou um relatório inédito sobre a situação destas crianças e apontou que o Japão comete uma das piores violações aos direitos humanos ao negar uma vida em família a essas crianças.

"Vínculos consistentes de apego com os pais são importantes para um desenvolvimento normal do cérebro. Nós (japoneses) estamos criando crianças mentalmente atrasadas ao mantê-las em instituições", explicou Sumiko Hennessy, diretora da Crossroad Social Work e professora da Universidade de Bem-Estar de Tóquio.

Aumento de adoções

Em 2011, apenas 430 crianças foram adotadas em todo país. Mas dados do governo japonês mostram que existem cerca de 39 mil crianças vivendo em diferentes tipos de instituições no país.

"O uso exagerado de instituições de abrigo ao menor ao invés de cuidados baseados na família tem feito milhares de crianças japonesas crescerem sem nenhum preparo para a vida independente e produtiva", afirmou Kanae Doi, diretora do escritório japonês da Human Rights Watch.

De acordo com o relatório feito pela organização, o Japão envia para instituições cerca de 90% das crianças que foram retiradas de suas famílias por algum tipo de problema, a maioria por abuso.

"Quando encontram uma família disposta a adotar, muitas vezes os pais biológicos são contra. O sentimento de competição e o orgulho acabam condenando as crianças a viver nas instituições", disse Doi.













Ví no ipc.digital

Homem de 100 anos, morre atropelado por motociclista no Japão


 Vítima estava usando uma cadeira de rodas 


idoso 

Um homem de 100 anos que estava usando a sua cadeira de rodas motorizada morreu depois de sido atropelado por uma motocicleta na prefeitura de Oita, informou o Japan Today.

No domingo, por volta das 11:30 a. m., a vítima identificado como Akira Adachi, atravessava uma rua quando de repente uma moto bateu na lateral da cadeira de rodas e com o impacto acabou arremessando o idoso para longe.

Adachi foi levado para um hospital, onde foi declarado morto duas horas depois.

A polícia está investigando as circunstâncias de como aconteceu o incidente. O motociclista de 45 anos está sendo interrogado.









Ví no ipc.digital

Vento pode transportar germe da China, causador de doença fatal para crianças no Japão .


Sem tratamento, 25% dos doentes desenvolvem aneurismas que podem causar ataques cardíacos e morte súbita





Um germe procedente de uma região agrícola da China, levado pelo vento, poderia estar na origem da doença de Kawasaki, uma misteriosa síndrome vascular que afeta crianças pequenas, revelou uma equipe internacional de pesquisadores.

doença de Kawasaki
Uma criança com "língua de morango" característica da doença de Kawasaki

A doença de Kawasaki, bastante rara mas cuja incidência está aumentando, é difícil de diagnosticar e pode causar danos permanentes às artérias, destacaram os autores do estudo publicado nesta segunda-feira na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

Sem tratamento, 25% dos doentes desenvolvem aneurismas que podem causar ataques cardíacos e morte súbita.

Descrita pela primeira vez em 1967, no Japão, e batizada com o nome de seu descobridor, Tomisaku Kawasaki, a causa dessa doença continua um mistério.

Ao notar que um forte aumento dos casos de Kawasaki no Japão coincidia com certas características dos ventos no continente asiático, o climatologista espanhol Xavier Rodó, do Instituto catalão de Ciências Climáticas de Barcelona, simulou em computador a circulação de massas de ar e de partículas.

Esse cientista constatou que a maioria dos casos se concentrava no Japão, onde sopravam ventos que se formavam em uma grande região agrícola do nordeste da China.

Em 2011, Rodó e sua equipe equiparam um avião com um filtro de ar muito grande para poder captar amostras de aerossóis a uma altitude de 2.000 a 3.000 metros para evitar os contaminantes superficiais.

Os cientistas captaram amostras durante os dias com maior incidência de casos do mal de Kawasaki e do vento que se forma no nordeste da China.

Síndrome de Kawasaki

A síndrome de Kawasaki, também conhecida como doença de Kawasaki, é uma vasculite que pode provocar aneurismas, principalmente das artérias coronárias.

A doença de Kawasaki é uma enfermidade que envolve a boca, a pele e nódulos linfáticos e afeta, tipicamente, crianças abaixo de 5 anos de idade. Muitas vezes é confundida com cocos (streptococus). Sua causa ainda é desconhecida, mas se seus sintomas forem reconhecidos logo, as crianças com esta doença podem se recuperar completamente em poucos dias. Se não tratada, pode levar a sérias complicações que podem envolver o coração.

Sintomas da Síndrome de Kawasaki

Os sintomas da Síndrome de Kawasaki surgem em 3 fases, sendo que nem todas as crianças apresentam todos os sintomas da doença. A primeira fase da síndrome caracteriza-se por:

Febre alta, geralmente acima dos 39 ºC, durante cerca de 5 dias;

Irritabilidade;

Olhos vermelhos;

Lábios vermelhos e rachados;

Língua inchada e vermelha como morango;

Garganta vermelha;

Ínguas no pescoço;

Palma das mãos e sola dos pés vermelhas.

Aparecimento de manchas vermelhas na pele do tronco e na área em torno da fralda.











Ví no ipc.digital

Japonesa de 20 anos presa por abandonar corpo de seu bebê recém-nascido em praia de Shizuoka




Segundo a polícia o bebê estava morto há mais ou menos dois dias

mae em shizuoka


A polícia prendeu uma mulher japonesa de 20 anos de idade, depois que o corpo do seu bebé recém-nascido foi encontrado nesta segunda-feira na região praiana em Numazu, província de Shizuoka.

Segundo as autoridades locais, um homem encontrou o corpo do bebê, cerca de 100 metros da beira da água em torno das 7:20 am; O bebê estava nu e enrolado em um cobertor.

A mãe da criança, Yukino Osabe, trabalha como balconista em Numazu. Segundo a polícia, ela admitiu que abandonou o corpo do bebê na noite do dia 18 de maio.

A mulher foi interrogada pela polícia e disse: "A criança nasceu na minha casa, mas eu não poderia deixar que meus pais ou os meus amigos descobrissem que eu tinha tido um filho, então eu decidi joga-la.

Segundo informação polícial o bebê estava morto há menos de dois dias, e  uma autópsia será feita para determinar a causa morte.










Estará a Rússia a retirar tropas da fronteira com a Ucrânia? EUA e NATO ...

Pitbull, Jennifer Lopez & Cláudia Leitte Open Billboard Music Awards wit...

Ao menos uma brasileira fazendo uma pontinha, né, Claudia Leite???!!!

A participação Brazuka merecia muito mais!!!!



Estudo mundial contra Alzheimer terá voluntários brasileiros

SP: Homem é preso por revender alimentos de merenda escolar

Vai vendo.....é o povo só sabe reclamar do governo!!!



Kennedy Alencar entrevista o vice-presidente da República

Tempestade de granizo deixa São Paulo coberta de gelo

sábado, 17 de maio de 2014

Será que vamos ver Lady Gaga em Dubai?

Bem-vindos ao Campeonato Belga de Cabeleireiros

A coelha de Cara Delevingne já tem 27.000 seguidores

Veja o paquistanês sem braços que faz tudo com os pés

Polícia entre em confronto com grupo Black Bloc em SP

MTST lidera protesto contra a Copa em São Paulo

Scolari é tema de investigação criminal em Portugal

Kidman promove "Grace de Mônaco" no Festival de Cannes

Bryan Singer, diretor de X-Men, revela ser bissexual

Namorada de CR7 tenta ajudar crianças e acaba criticada

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Idoso japonês preso por sequestrar e molestar garota de 12 anos em Kagawa


Suspeito dava dinheiro para ganhar a confiança da criança.

Acusado

A polícia de Takamatsu, Prefeitura de Kagawa, disse na terça-feira, 13 de maio, que prendeu um homem de 61 anos de idade, por suspeita de sequestrar uma menina do 6 º ano do ensino fundamental, em março, mantendo-a presa dentro do seu apartamento e por cometido atos indecentes, informa o Japan Today.

O suspeito identificado como Koji Komatsu, ganhou a confiança da garota de 12 anos, depois que começou a dar uma pequena quantia de dinheiro para ela, no dia 20 de março, no início da tarde, Komatsu ofereceu para levar a garota para casa, mas a levou para o apartamento dele.

Segundo a polícia, ele ameaçou a garota e amarrou as duas mãos. Durante o período de seu confinamento, Komatsu teria tocado em todo o corpo da menina, várias vezes, além de aproveitar para praticar outros atos indecentes, revela a TBS.

A polícia disse que, quando Komatsu saiu do apartamento, a menina foi capaz de fugir e não apresentava ferimentos graves.

A mãe da menina chamou a polícia e eles começaram imediatamente a procurar por Komatsu.

Komatsu, que negou a acusação, foi interrogado pela polícia e afirmou que não ameaçou a menina e que somente abraçou ela.












Ví no  ipcdigital.com

Idosa no Japão foi separada de sua família durante 7 anos por erro da polícia-



Mulher reencontrou seu marido no aniversário de casamento

idosa

Na manhã de 30 de outubro de 2007, Mieko Yanagida (67 ), foi encontrada vagando na cidade de Tatebayashi, Gunma. Incapaz de lembrar o seu nome ou endereço e a polícia levou ela para uma casa de repouso. Os funcionários notaram que a mulher apresentava sinais de demência e carregava o seu nome escrito na sua roupa interior.

No entanto, quando a polícia de Gunma buscou informações do nome da idosa em um banco de dados de pessoas desaparecidas escreveram " Emiko " e não sabiam o sobrenome correto.

Porque Yanagida disse inicialmente que o nome dela era Kumiko - que na verdade é o nome da filha, e os funcionários sempre a chamavam pelo nome de Kumiko Yanagida na unidade de cuidados .

E a família da idosa? No dia 31 outubro de 2007, um dia depois de que ela foi encontrada vagando , informou seu desaparecimento à polícia no distrito de Asakusa, Tóquio ( a família vive na capital japonesa ) , informando-o seu nome, altura e tipo de sangue, além de várias fotos.

Quando a polícia revistou o sistema de Asakusa, Mieko Yanagida não era encontrado, já que em Gunma foi registrado como " Emiko ".

A família da mulher só reencontrou a idosa apenas no último dia 11 de maio , quando ela apareceu em um programa de TV como uma pessoa não identificada que morava em uma casa de repouso. No dia seguinte , o marido veio visitar. Coincidentemente, naquele dia era o seu aniversário de casamento.

Quem foi o policial que errou algo tão simples como colocar o nome de uma pessoa em um banco de dados e cuja negligência separou uma mulher de sua família durante sete anos?

Um policial de Gunma disse ao Mainichi que irá investigar o que realmente aconteceu.

"Vamos entrevistar os envolvidos no caso para descobrir os detalhes do que aconteceu", disse.









Ví no  ipcdigital.com

O Japão é o pior país para ser mãe entre os países desenvolvidos



Os europeus são os melhores países para ser mãe


mãe

O Japão é a terceira maior economia do mundo e um dos líderes globais em educação e saúde. No entanto, não é um grande país para ser mãe, de acordo com a Save the Children.

Entre 178 países pesquisados, o Japão ocupa a 32ª posição no ranking deste ano, de acordo com um estudo realizado pela instituição que promove e defende os direitos das crianças em todo o mundo.

O melhor país para ser mãe é a Finlândia, seguida pela Noruega e Suécia. Nove dos dez primeiros lugares são ocupados por países europeus. A única nação não-européia é a Austrália (9).

O pior país para ser mãe é a Somália. As últimas dez posições são ocupadas inteiramente à África.

O Japão é o pior país localizado no G-7, o seleto grupo de países industrializados que tem como membros os Estados Unidos, Alemanha, França, Reino Unido, Canadá e Itália. Entre as principais economias, o Japão retrocede e fica atrás de todas essas nações.

Enquanto o Japão é conhecido pela sua força econômica e, como mencionado no início da nota, em educação e saúde, a baixa presença de mulheres no governo nacional impede mais influência na política, minando seu papel na sociedade .

O melhor país para ser mãe na Ásia é Cingapura (15). Coreia do Sul também supera o Japão (30). Estados Unidos da América está na 31ª posição. O melhor país da América Latina na lista para ser mãe é Cuba (35).

O Brasil melhorou a sua colocação em 2014, subindo duas posições, de 78º no ranking passado para figurar este ano como o 76º melhor lugar do mundo para a mulher viver, gerar e criar um filho.















Ví no - ipcdigital.com

Polícia procura agressor que atacou uma criança próxima a uma escola em Saitama


policia




O menino correu para dentro da escola, chorando e com o sangramento do nariz



Um estudante do terceiro anodo ensino fundamental foi atacado e derrubado da bicicleta por um homem em Kasukabe, Saitama, disse a polícia na terça-feira, 13 de maio.
O jovem estava andando de bicicleta perto da Kawabe Elementary School na tarde de segunda-feira, quando um homem de repente correu em sua direção e agarrou seu peito, derrubando e em seguida, deu um soco no garoto no rosto antes de fugir, relata o Japan Today.

O menino correu para dentro da escola, chorando e com o sangramento do nariz, segundo a polícia.

O agressor estava vestido com roupas pretas, usava um boné e óculos escuros e tem em torno de 50 anos.











Ví no - ipcdigital.com

Japonês rouba 10 milhões de ienes para seus gastos diários e jogar pachinko


Acusado aproveitava das mulheres que andavam sozinha nas ruas para cometer seus crimes


ladrao

Um homem de 37 anos foi preso em Tóquio por roubar uma bolsa de uma mulher e também porque estaria ligado a outros cem crimes semelhantes, segundo o Japan Today.

No dia 24 de abril, Mayasuki Fuse,montado em uma scooter roubada, se aproximou de uma mulher por trás que estava andando em direção ao seu trabalho e tomou a sua bolsa, que continha cerca de 20.000 ienes.

Fuse, não possui emprego fixo e nem endereço fixo e foi filmado por uma câmera de segurança, enquanto estava na scooter, o que facilitou a polícia para prendê-lo em Saitama depois de localizar a moto.

O homem confessou que cometeu vários roubos de natureza semelhante, em Tóquio, Chiba e Saitama, a partir de janeiro. Mais de 100, de acordo com a polícia, que calcula que o acusado roubou no total cerca de 10 milhões de ienes.

O ladrão, que passava as noites em lan house, disse que precisava de dinheiro para suas despesas e jogar pachinko.













Ví no - ipcdigital.com

Polícia prende um brasileiro e um japonês que roubavam iPhones em Shizuoka



Investigadores desconfiam que ele faça parte de uma quadrilha

brasileiro preso

A polícia revelou que um brasileiro e um japonês foram presos acusados de arrobarem e roubar 44 aparelhos iPhone de uma loja da operadora Au em Kosai, na província de Shizuoka, relata o jornal Asahi.

Uma ação realizada pelas autoridades de três províncias, Aichi, Gifu e Shizuoka, chegou até os acusados que foram identificados como Gustavo Henrique Kaneshiro, 38 anos, morador de Kasugai, Aichi e Naoshi Fujioka, 39 anos, que não possui endereço fixo.

Segundo informações do jornal Asahi, a dupla teria invadido a loja na madrugada do dia 12 de março, eles teriam uma barra de ferro para arrombar a porta e levaram 44 celulares da Apple e outros modelos de smartphones, registrando um prejuízo avaliado em cerca de ¥3,3 milhões.

Durante o interrogatório, os acusados negaram estarem envolvidos com o caso, mas as autoridades desconfiam que eles fazem parte de uma quadrilha que vem atacando inúmeras lojas de celulares da região de Tokai.











Ví no - ipcdigital.com 

Adolescente japonês sem carteira de motorista causa acidente fatal em Nagano





acidente
/ Imagens da TV

Na manhã de ontem, dia 15 de maio, um japonês de apenas 19 anos que estava dirigindo um veículo sem carta, causou um trágico acidente em um cruzamento na cidade de Nakano-shi, segundo informações da Fuji TV.

O jovem motorista tentou ultrapassar um carro parado no semáforo em um cruzamento e acabou chocando contra outros três carros que corriam em sentido contrário.

O grave acidente causou a morte do bombeiro Ikuya Kawakami, 25 anos, que estava dirigindo um dos veículos e mais quatro pessoas ficaram levemente feridas, disseram as autoridades locais.

O bombeiro Kawakami era recém-casado. A polícia prendeu o adolescente sem licença para dirigir.









Ví no - ipcdigital.com

Investidores japoneses miram Brasil para operações de 'carry-trade'


O potencial de altos rendimentos não escapou à atenção mesmo de alguns investidores japoneses tradicionalmente conservadores
- Reuters

A grande diferença entre as taxas de juros do Japão e do Brasil atraiu investidores para operações de "carry-trade" com ativos brasileiros, mesmo diante de riscos de mercados emergentes.

Tomar iene barato emprestado para financiar compras de ações e títulos brasileiros tem sido uma estratégia adotada por conta do retorno garantido.

O estímulo monetário maciço do banco central do Japão iniciado há 13 meses tem mantido as taxas de juros japonesas em níveis mínimos. Já a taxa básica de juros está em 11 por cento ao ano no Brasil e deve ser mantida nesse patamar na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central no fim deste mês.

Com a maioria das outras principais moedas como o dólar e o euro oferecendo rendimentos apenas levemente melhores que o iene, investidores institucionais e varejistas estão buscando mercados emergentes com yields maiores.

Os bônus uridashis denominados em reais --direcionados a investidores japoneses-- cresceram fortemente neste ano em relação às emissões do mercado emergente, mesmo diante da queda nos lançamentos de uridashis, segundo dados da Brown Brothers Harriman.

Até o mês passado, a emissão de uridashis denominados em reais correspondia a mais da metade do total emitido de uridashis de mercados emergentes, ante uma participação média de 29 por cento entre 2007 e 2013.

O potencial de altos rendimentos não escapou à atenção mesmo de alguns investidores japoneses tradicionalmente conservadores. Fontes do mercado com acesso a dados de fluxo institucional citam uma atividade de "carry-trade" maior nos últimos meses.

Segundo o modelo de "carry-trade" do Thomson Reuters Eikon, um investimento em iene no real teria ganho mais de 7 por cento até o momento neste ano, com uma razão Sharpe de 1,93, nível que sugere bom retorno comparado com o risco tomado.















Ví no ipcdigital.com

O brasileiro que atirou contra a polícia era uma " boa pessoa ", diz a TV japonesa



Um amigo japonês disse que o homem mudou desde quando ficou doente por um problema emocional



Lauro Yasuo Tsuda
Lauro Yasuo Tsuda

O incidente envolvendo um brasileiro de 58 anos que atirou em um policial japonês, depois de tomar a sua arma vai tomar outro caminho depois de um relato feito por uma testemunha hoje no noticiário do canal Nippon TV.

Lauro Yasuo Tsuda, um funcionário de uma empreiteira, foi preso pouco depois das 11:35 de ontem , após atirar duas vezes contra um policial de 51 anos, quando ele tentou questioná-lo sobre uma briga ocorrida no conjunto habitacional de Chiryu em Aichi.

Um tiro atingiu o oficial japonês no braço direito e causou um ferimento que vai demorar uma semana para cicatrizar completamente.

A NTV revelou o testemunho de um amigo japonês que afirmou que Lauro " era uma pessoa normal e era uma boa pessoa, mas depois que ficou doente ( por um problema emocional ) mudou totalmente".

O estado de saúde do brasileiro parecia preocupar inclusive um amigo no Brasil, que no último dia 04 de abril. escreveu no Facebook de Lauro: "Camarada volta pra cá ( Brasil ) para irmos pescar novamente e depois comer peixes como iscas na churrasqueira .... legal .. ? " .

Enquanto isso, a polícia de Aichi disse que o incidente foi uma lição para os agentes aprenderem a prevenir não serem desarmados como ocorreu em Chiryu.









Ví no  ipcdigital.com

Brasil: Dia de manifestações contra a realização do Mundial

Eurodeputado húngaro acusado de espionagem

Protesto social aumenta no Brasil

"Amigos da Síria" condenam eleições encenadas

Inaugurado museu do 11 de Setembro

Uma dezena de mortos em naufrágio no Bangladesh

Sudão condena à morte mulher grávida por causa da religião

Emergência ambiental nas Galápagos

Turquia chora os mortos de Soma e protesta nas ruas

Candidatos à presidência da Comissão Europeia debateram futuro da Europa

Morreu Jean-Luc Dehaene

PM japonês quer intervenções militares no estrangeiro

quinta-feira, 15 de maio de 2014

SP: Ex-médico Farah Jorge Farah é condenado a 16 anos de prisão

150 mil anos de história em esculturas de areia

Kylie Jenner posta uma selfie polêmica com Jaden Smith

Irmã de Beyonce, Solange Knowles, agride cunhado Jay Z

Será que Mariah Carey e Nick Cannon vão se separar?

Rihanna doa 25 mil dólares para instituição de caridade

Pelé poderá se juntar a boy band One Direction

Munique recebe 1ª corrida "The Walking Dead" na Europa

Competição de arremesso de bolsas no Dia das Mães?

Cannes volta a abrir as portas ao cinema

Diamante azul vendido por quase 24 milhões de dólares

Turquia em lágrimas enterra vítimas da tragédia mineira

Qatar apresenta projeto de lei para melhorar condições dos trabalhadores

Presidente da Servier afirma que grupo assume as responsabilidades

Kamagasaki, o bairro mais pobre do Japão





Texto by Igor Massami

A imagem do Japão é sempre associada a tentác tecnologia, modernidade, organização, tentác educação, e igualdade social, mas nem tudo é perfeito, claro que existem mendigos e pessoas vivendo nas ruas, mas o número é bem menor do que no Brasil, e também não existem grandes favelas pelo país, porém, tem um local que retrata de maneira gritante a parte pobre do Japão, Kamagasaki, bairro da grandiosa Osaka.



O interesse pelo local se deu por uma polêmica ocorrida durante a semana passada, quando um filme que retratava a pobreza do local foi impedido de participar do Osaka Asian Film Festival, os organizadores alegaram que perderam o filme, porém, o filme do diretor Shingo Ota foi parcialmente financiado pela cidade, chamado de ” Fragile”, o diretor se recusou a cortar cenas do filme, que identificou a localização da comunidade e fez referencias a certos aspectos da cultura local, ou seja, bem suspeita essa “perda” do filme.

Kamagasaki 02

O nome Kamagasaki não existe mais no mapa, o local é totalmente ignorado pelo pode público e teve seu nome mudado em 1966, em uma tentativa frustrada de mudar a realidade violenta do bairro na época, local em que se concentravam manifestações violentas, apesar da mudança no nome, apenas o governo e a mídia se referem ao local como Airin – chiku, a população ainda chama o bairro pelo antigo nome.

Kamagasaki 03

O local é povoado por pessoas que não tem emprego e nem moradia fixa, algumas sequer tem uma identidade, além de ter um grande número de idosos aposentados abandonados pela família, ou que simplesmente se isolaram por lá.

Kamagasaki 06

Kamagasaki é cheio de prédios velhos, alguns abandonados onde existe grande concentração de moradores de rua que tomaram conta e moram nesses locais, e o único passatempo que os moradores tem é a bebida, e as drogas, não tão visíveis, mas bem presente na realidade local, então é comum ver algumas pessoas embriagadas jogadas em algum canto, um dos moradores até nos ofereceu um sake, comprado com o pouco dinheiro conseguido em um baito (bico), que é a única maneira que eles encontram para ter alguma renda.

Kamagasaki 04

Todos os dias os moradores acordam com a esperança de conseguirem um trabalho no dia, para que consigam algum dinheiro para comer e beber, alguns sonham com um emprego fixo, mas sabem que é complicado, por não terem uma moradia fixa e como citei anteriormente, alguns nem identidade possuem, então centro de trabalho e bem estar de airin é o “point” do pessoal durante a semana.

Kamagasaki 05

Meu espanto não foi tão grande ao visitar o local, mas de certa maneira chocou, pois nunca imaginei ver cenas assim por aqui, mas apesar da pobreza ser predominante e do local parecer hostil, existe um certo clima amistoso por parte de alguns moradores, pessoas sorrindo e conversando como em uma cidade do interior brasileiro, onde todas se conhecem, e isso tudo bem próximo de áreas badaladas da cidade, como Nipponbashi, Namba, Tsutenkaku e Shinsekai que atraem vários turistas, e muitos sequer fazem ideia da existência deste local.

Kamagasaki 07

Kamagasaki 08

Kamagasaki 09

Kamagasaki 10

Kamagasaki 11

Kamagasaki 12

Kamagasaki 13

Kamagasaki 14







Ví no igaum.com.br/